sexta-feira, 8 de dezembro de 2006

POEMA DE AMOR

Um pensamento-verso deixou meu peito
Tão tênue como o fio do bicho-da-seda
Levou consigo um pouco de minha essência
Senti , aos poucos, outras palavras
Retirando-se das minhas partes interiores
e formando um mosaico colorido de ternura
Tal qual um caleidoscópio...
Senti frio, senti calor
O ardor da poesia transmutando-se
Da inspiração à arte finalLentamente!
Olhei para fora de mim, senti-me nua
A meus pés, minhas vestes de sonhos
Repousavam...
A poesia deixou-me nua...
Em minhas mãos, o poema exalava o perfume
De nosso imenso amor!

Comentários
bluelino disse a Fri, 08 Dec 2006 07:33:32 GMT:
Amiga ,vou dizer-te um segredo podes editar os mais lindos poemas do universo , as mais belas imagens ,mas nada é tão belo como a palavra que exprimes com orgulho no fim do teu post ...sinto-me AMADA...e so peço a Deus que me permita ler essa frase para sempre .Sê sempre assim e reparte um pouco do meu coração as pessoas responsáveis por isso Um beijinho muito carinhoso ao meu Anjinho de guarda do amigo sempre Rui.


Nenhum comentário:

**A MINHA MÚSICA**



ñ