segunda-feira, 23 de outubro de 2006

TER-TE AMADO


"Ter-te amado, a fantasia exata se cumprindo sem distância. Ter-te amado convertendo em mel o que era ânsia. Ter-te amado a boca, o tato, o cheiro: intumescente encontro de reentrâncias. Ter-te amado fez-me sentir: Ter-te amado, a fantasia exata se cumprindo sem distância. Ter-te amado convertendo em mel o que era ânsia. Ter-te amado a boca, o tato, o cheiro: intumescente encontro de reentrâncias. Ter-te amado fez-me sentir: no corpo teu, o meu desejo – é ancorada errância. no corpo teu, o meu desejo – é ancorada errância."

Nenhum comentário:

**A MINHA MÚSICA**



ñ