domingo, 28 de outubro de 2007

AS COISAS ESTÃO MAIS LINDAS

ENTRE AS COISAS MAIS LINDAS
QUE EU CONHEÇI...
SÓ CONHEÇI SUAS CORES BELAS,
QUANDO EU TE VI...
ENTRE AS COISAS BEM-VINDAS
QUE JÁ RECEBI...
EU RECONHEÇI MINHAS CORES NELA,
ENTÃO EU ME VI...
ESTÁ EM CIMA, COM O CÉU E O LUAR,
HORA DOS DIAS,SEMANAS,MESES,ANOS,DÉCADAS
E SÉCULOS E MILÉNIOS QUE VÃO PASSAR,
ÁGUA MARINHA PÕE ESTRELAS NO MAR...
PRAIA ,BAÍAS, BRAÇOS, CABOS,
MARES, GOLFOS
PENÍNSULAS E OÇEANOS QUE NÃO VÃO SECAR
E AS COISAS LINDAS SÃO MAIS LINDAS
PORQUE TU ESTÁS...
ONDE TU ESTÁS...
HOJE TU ESTÁS,
NAS COISAS MAIS LINDAS...




9 comentários:

Maria Clarinda disse...

Lindo este teu poema. Gostei muito.
Jinhos mil

efeneto disse...

ENTRE AS COISAS MAIS LINDAS QUE EU CONHEÇI...SÓ CONHEÇI SUAS CORES BELAS,--- é o que se pensa logo que se entra neste seu espaço. UM amor colorido como colorido é o beijo que aqui deixo.

ZezinhoMota disse...

Entrei para te ler e para te deixar um olá.

Bjnhs

ZezinhoMota

efeneto disse...

Não me importa o dia
Nem a hora
Não importa o vento
Nem a chuva lá fora
Não me importa
Que haja neve ou geada
Que seja noite ou madrugada

Não me importa
Que faça frio ou calor
Que o céu esteja cinzento
Ameaçador...
Se sob esse céu de tempestade

Não quero saber
Se é Verão ou Inverno
Se é Outono ou Primavera
Não quero saber
Nem o século nem a era
Nem o mês nem o ano
Quero tão-somente dizer
Bom fim-de-semana

(estas cores mantêm-se...beijito.)

=**Estrelademim**= disse...

"Mª Clarinda"
obrigado por tuas palavras...volta sempre...beijinho doce

"Efeneto"
obrigado por tua amizade tão doce...
como doce é o beijinho que te deixo.

"Zezinho Mota"
apezar de eu andar distante continuas a visitar-me...obrigado pelo carinho...como carinhoso o beijinho doce que te deixo.

"Efeneto"
tens-te revelado um grande amigo,apesar de de xs em quando nos picar-mos entre "" continuas um crido,as cores manteêm-se sim...adoro o azul,embora seja do benfica lol
beijinho doce querido

efeneto disse...

Foi preciso escolher a porta
Para chegar ao largo
E me fascinar com as cores
Que a luz da memória registou
Eu já antes sabia sem saber:
A brevidade e a distância
Só existem no vento que criei
Nos desígnios da dor
E dos limites que me impus
Na obstinação da finitude do tempo.
Por isso é tempo de desejar
Um óptimo fim-de-semana,
Na companhia de quem mais ama.

(hehehehe...gostei dessa do picar-nos...voçê uma rosa bonita com espinhos, e eu um simples cravo com...espinhas...hehehe beijito)

isabelsushi@sapo.pt disse...

Olá minha querida, tenho um prémio para ti no meu blog!
Beijinho grande e desejos de uma boa semana!

efeneto disse...

No silêncio compacto
das sete da manhã
assustei os pardais
para ver nascer o sol.
Na rocha onde me sentei
a brisa de nordeste
castigou-me o tronco nu
mas ali fiquei
até o grito me surpreender.

Porque me vieste ver
círculo alaranjado
até te tornares branco??
Já sei,
para me lembrares que está na hora,
de desejar um bom fim de semana aos amigos

efeneto disse...

No silêncio compacto
das sete da manhã
assustei os pardais
para ver nascer o sol.
Na rocha onde me sentei
a brisa de nordeste
castigou-me o tronco nu
mas ali fiquei
até o grito me surpreender.

Porque me vieste ver
círculo alaranjado
até te tornares branco??
Já sei,
para me lembrares que está na hora,
de desejar um bom fim de semana aos amigos

**A MINHA MÚSICA**



ñ